Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO




Combate ao Coronavírus

ACESSE AQUI
Campus Teixeira de Freitas participa de programa de empoderamento digital de bibliotecas
Atualizado em 29 de janeiro de 2021 às 15:09 horas | Publicado em 29 de janeiro de 2021 às 14:28 horas
Compartilhe nas redes sociais:

A biblioteca do Campus Teixeira de Freitas do IF Baiano é uma das 158 bibliotecas de 21 estados brasileiros que estão participando do programa Recode Bibliotecas. A iniciativa visa dar apoio e promover formação de estímulo à transformação social e digital das bibliotecas, a partir da inovação e da tecnologia. 

Promovido pela ONG Recode, o programa inclui formação online para jovens em cursos de tecnologia para empoderamento digital e busca atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especialmente aos Objetivos 4 (Educação de Qualidade) e 8 (Emprego Digno e Crescimento Econômico). A iniciativa está alinhada ao Plano Nacional do Livro e Leitura e tem a parceria do Movimento Bem Maior, com apoio do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas e dos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas.

A ideia de participar do programa veio do bibliotecário Ronald Tavares, hoje responsável pela biblioteca do campus, após realizar um curso de aperfeiçoamento, denominado Bibliotecas Transformadoras, e oferecido pela ONG Recode. “A partir dessa experiência é que tomei conhecimento do programa e percebi que era uma oportunidade diferenciada de colocar em prática os conhecimentos adquiridos durante o meu processo formativo, tanto da graduação, quanto da formação continuada”.      

Uma oportunidade de evolução na área de tecnologia era o que a biblioteca do campus precisava. “A biblioteca, até o final de 2019, não desenvolvia nenhuma ação voltada às questões tecnológicas e ao empoderamento dos sujeitos por meio de um programa de formação sólido”, explica Ronald. Segundo ele, as atividades do setor vinham sendo centradas apenas nos serviços de empréstimo e devolução de livros.

Com a chegada da pandemia em 2020, mais desafios surgiram para a biblioteca e foi preciso ressignificar e reinventar algumas práticas e atividades previstas para o ano. “Com a pandemia tudo mudou. Tanto em relação à antiga rotina da biblioteca, como à própria implementação do Programa Recode Biblioteca, que foi concebido para execução presencial”, afirma.          

Como funciona o programa? 

O programa de formação busca fortalecer as bibliotecas públicas e comunitárias do Brasil, e para isso, os participantes são motivados a criar estratégias de comunicação e articulação de parcerias, buscando aumentar o número de frequentadores nas bibliotecas e o reconhecimento de boas práticas, por meio de um percurso formativo, com formações e desafios.

“O programa tem duas frentes de atuação: a preparação da equipe da biblioteca para a ressignificação de seu papel social e educativo e o empoderamento digital de jovens de 14 a 29 anos que fazem parte da comunidade onde a biblioteca está inserida”, complementa o bibliotecário. 

Reconhecimentos 

Até então, a equipe da Biblioteca do Campus Teixeira de Freitas, formada por um bibliotecário, uma pedagoga, um auxiliar de biblioteca e um assistente administrativo (e com a colaboração de dois docentes do campus), já se destacou em etapas importantes do programa. 

Em dezembro de 2020, ficou em segundo lugar no “Desafio Bibliotecas em Casa da Recode”, terceira etapa do percurso formativo. Durante a atividade, as bibliotecas precisaram levantar um problema diante do tema “combate ao coronavírus” e encontrar uma solução através da tecnologia. Confira aqui o vídeo feito pela equipe contando sobre o processo. Nessa etapa, participaram quatro estudantes, dois do curso técnico em administração e dois do curso técnico em floresta, ambos da modalidade Integrada ao Ensino Médio.

Na quarta etapa do percurso, a equipe também foi reconhecida, ao ficar em quarto lugar como instituição que mais promoveu o empoderamento digital com a oferta de cursos da área para a comunidade. Ao todo, o percurso do programa Recode Bibliotecas conta com 12 etapas.

“Uma biblioteca mais viva, pujante e alinhada aos interesses da comunidade”, é isso que a equipe do campus espera com a participação no projeto. Segundo Ronald, eles também acreditam que a oportunidade vai motivar ainda mais o engajamento da equipe da Biblioteca para atender as necessidades da comunidade, a partir da ressignificação de seu papel social e educativo, e trazer maior visibilidade e aproximação da biblioteca com a comunidade acadêmica e escolar.

Confira as tags desta publicação:

Endereço: Rua do Rouxinol, nº 115 – Bairro: Imbuí | Salvador - BA CEP: 41720-052 | CNPJ: 10.724.903/0001-79 | Telefone: (71) 3186-0001
E-mail: gabinete@ifbaiano.edu.br