Campus Bom Jesus da Lapa
Gestão da Tecnologia da Informação
Critérios de Avaliação
Última atualização: 19/02/2020 - 7:54 horas | Data de publicação: 03/03/2017 - 13:44 horas

Avaliação do processo de Ensino Aprendizagem

A avaliação da aprendizagem do acadêmico ocorrerá em consonância com o Projeto Político Pedagógico Institucional e a Organização Didática dos Cursos da Educação Superior do IF Baiano. Constitui atividade pedagógica alicerçada na prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e terá caráter formativo, processual, contínuo e cumulativo, utilizando-se de variados instrumentos avaliativos. Dessa forma, com o intuito de contribuir na construção do conhecimento do estudante e na sua autonomia intelectual, deve-se ter como base o conhecimento da avaliação como atividade norteadora de reflexão e mudança, tendo em vista os conhecimentos e competências construídas, assim como o respectivo comprometimento com o processo de formação. A avaliação da aprendizagem deve acontecer no decorrer do semestre letivo e a aprovação para o semestre subsequente tem como preceito o rendimento do acadêmico, sua participação e frequência às atividades propostas. Serão utilizados como instrumentos de avaliação: produções científicas e culturais, provas escritas, apresentações orais, elaboração e desenvolvimento de projetos, estudo de caso, atividades de campo, relatórios, além de outros instrumentos condizentes com a prática educativa de cada componente curricular. No tocante aos critérios de avaliação, serão observadas as seguintes disposições, conforme a Organização Didática da Educação Superior do IF Baiano:

  1. As avaliações deverão ser realizadas em proporcionalidade à carga horária das disciplinas, obedecendo ao mínimo de 02 (duas) avaliações por período letivo;
  2. A aprovação nos componentes curriculares, ofertados em cada período letivo, estará condicionada à obtenção da Média Aritmética 7 (sete), a partir do conjunto das avaliações realizadas;
  3. O estudante fará jus à avaliação final escrita, caso a sua média esteja compreendida no intervalo de 2,9 (dois pontos e nove décimos) a 6,9 (seis pontos e nove décimos). Será reprovado no componente curricular o estudante cuja média for inferior a 2,9 (dois pontos e nove décimos).

A aprovação no curso para colação de grau de Tecnólogo em Gestão de Tecnologia da Informação está condicionada à aprovação em todos os componentes curriculares obrigatórios, conforme acima descrito, além do cumprimento de 200 (duzentas) horas de estágio curricular, perfazendo um total de 2.540 horas. Ademais, todos estes requisitos devem ser cumpridos em até 6 (seis) anos sob pena de desligamento do curso.

Avaliação do Projeto Pedagógico

O Projeto Pedagógico do Curso (PPC) se estabelece como documento de identidade do curso. Enquanto documento norteador se faz necessária sua revisão periódica, visando identificar a coerência entre os elementos constituintes e a pertinência da estrutura curricular em relação ao que se propõe realizar: o perfil desejado e o desempenho profissional do egresso.

É de competência do Núcleo Docente Estruturante do Curso elaborar, implantar, acompanhar, avaliar e reformular o PPC, estabelecendo concepções e fundamentos, articulando-se com o Colegiado do Curso, a Pró-Reitoria de Ensino (PROEN) e Grupos de Trabalho (GT), após autorização da PROEN.

Autoavaliação do Curso

A avaliação do curso de Gestão da Tecnologia da Informação será composta de duas etapas: avaliação interna (conduzida pelo NDE e Colegiado) e avaliação externa (Conduzida pela Comissão Própria de Avaliação- CPA), com o objetivo de avaliar as dimensões envolvidas no processo ensino-aprendizagem, propondo melhorias.

A avaliação interna envolverá as seguintes dimensões: condições para o desenvolvimento das atividades curriculares: recursos humanos e infraestrutura; processos pedagógicos e organizacionais utilizados no desenvolvimento das atividades curriculares: procedimentos didáticos, enfoques curriculares, dentre outros; condições para desenvolvimento da iniciação científica, pesquisa e extensão; Assistência Estudantil; fluxo de ingresso e conclusão de estudantes.

A Avaliação externa, institucional e sistemática, será realizada pela CPA, considerando o disposto na Lei 10.861, de 14 de abril de 2004. Como instrumento, a CPA utilizar-se-á de questionários específicos destinados a diferentes públicos (discentes, docentes, técnico-administrativos e representantes da sociedade civil), promovendo assim a participação da comunidade nesse processo de auto avaliação. Os resultados diagnósticos obtidos pela CPA, agregados às experiências adquiridas ao longo do processo, bem como as discussões realizadas em reuniões colegiadas fornecem à Coordenação e aos docentes do Curso a base para uma avaliação sistêmica, que deve sempre desencadear ação coletiva na busca da qualificação do ensino, tendo em vista os objetivos propostos e os interesses de toda comunidade acadêmica.

Print Friendly, PDF & Email

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Bom Jesus da Lapa

BR 349, Km 14 – Zona Rural, Bom Jesus da Lapa – Bahia, CEP: 47600-000

Telefones: (77) 3481-2521 / (77) 3481-4513
Diretor: Geângelo de Matos Rosa
E-mail: gabinete@lapa.ifbaiano.edu.br