Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO




Combate ao Coronavírus

ACESSE AQUI
IF Baiano realiza primeira cerimônia de certificação em especialização remotamente
Atualizado em 19 de novembro de 2020 às 16:16 horas | Publicado em 19 de novembro de 2020 às 16:14 horas

A Pós-graduação Lato Sensu em Educação Matemática formou 21 alunos, que concluíram o curso durante a pandemia

Compartilhe nas redes sociais:

Nesta terça-feira (17), estudantes da segunda turma da Pós-graduação Lato Sensu em Educação Matemática do Campus Bom Jesus da Lapa concluíram o curso em cerimônia realizada virtualmente. Os cursos de pós-graduação retomaram as atividades de forma remota em julho deste ano e esta foi a primeira cerimônia de conclusão de curso online do IF Baiano durante o período de distanciamento social, em função da pandemia. 

A cerimônia foi transmitida via Youtube e a mesa de abertura, mediada pela assessora pedagógica do Programa, Grace Itana Oliveira, contou com a presença do diretor geral do Campus, Geângelo Rosa, da pró-reitora de Pesquisa e Inovação, Luciana Mazzutti, do coordenador geral de pós-graduação do IF Baiano,  Eduardo Perovano, do  diretor acadêmico do Campus, Emerson Alves, e do coordenador da pós-graduação em Educação Matemática, Ediênio Farias. Em todas as falas, os integrantes da mesa ressaltaram o empenho e as condições de estudo dos alunos e de organização do trabalho pedagógico da equipe acadêmica, que foram os primeiros a retomar as atividades pedagógicas de forma não presencial durante a pandemia, superando as condições adversas impostas pelo contexto. A pós-graduação conseguiu realizar as defesas de Trabalhos de Conclusão de Curso virtualmente e certificou, na cerimônia, 21 alunos.

A solenidade contou ainda com a participação da pesquisadora Maria da Conceição F. R. Fonseca, professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A docente escreveu o livro Educação Matemática de Jovens e Adultos, que é uma importante referência para os estudos desenvolvidos na especialização em Educação Matemática. 

A mensagem que a pesquisadora levou aos formandos trazia como referência uma prática pedagógica que há vinte anos ela utiliza: a prática de iniciar suas aulas cantando com a turma. No início de cada aula, Maria da Conceição apresenta uma canção aos seus alunos, disponibiliza a letra e os ensina a melodia. Ela contou que não é simples para o aluno aprender uma canção que nunca ouviu e cantar com os colegas, também não é simples para ela reger a turma e ajudá-los no processo, mas o resultado final é bonito e o processo tem muito a ensinar. 

Na palestra, ela usou a analogia do cantar em coral para falar sobre os desafios da produção coletiva de conhecimento e apresentou disposições individuais e coletivas que as práticas de aprender e cantar em conjunto demandam. A docente narrou como a mediação pedagógica empresta boniteza ou faz ela desabrochar ou ser explicitada no aprender. “O conhecimento também requer cuidados estéticos e é favorecido pelas sensações de aconchego e prazer”, disse a pesquisadora aos novos especialistas em Educação Matemática. 

Um dos desafios que ela encontrou, no cantar em coro com seus alunos, foi o de incluir um aluno surdo e fazê-lo “cantar no silêncio”. Com muita dedicação do aluno e acolhimento da turma, eles estavam progredindo e encontrando o caminho de fazer o estudante surdo cantar em coro, mas foram interrompidos pela pandemia que levou à suspensão das atividades pedagógicas e depois à implantação do ensino remoto. A dificuldade de sincronicidade nos encontros online não tem permitido que a docente cante com seus alunos, mas ela segue empenhada em resolver a angústia e o desafio de produzir música e conhecimento coletivamente, mesmo com o distanciamento social. Foi com esse incentivo à superação de desafios, traço da turma ressaltado pelos docentes, que a convidada encerrou sua fala.

A estudante e formanda, Mariza de Souza Silva, em nome da turma, agradeceu ao IF Baiano Campus Lapa pela oferta do curso e por oportunizar a professores da rede pública e privada o acesso à formação continuada de qualidade. Participaram ainda da celebração o coordenador de Extensão do Campus, Junio Batista Custódio, a coordenadora de Ensino, Adevanucia Nere, a egressa, Ivanilde Bento e a formanda, Edimárcia Soares, que discursou em nome da turma, relembrando os momentos vividos durante a pós-graduação e homenageando os docentes na pessoa do coordenador do curso, Ediênio Farias. 

O professor Ediênio encerrou a cerimônia, citando os temas das pesquisas desenvolvidas pelos alunos, parabenizando cada um dos especialistas em Educação Matemática e agradecendo a todas as pessoas e instituições que tornaram possível a formação continuada dos novos especialistas. Para ele, as conversações, estudos teóricos, orientações em torno dos objetos de pesquisas foram muito proveitosos, divertidos e fecundos. “Constituímos sintonias em defesa de uma matemática plural, a matemática em ação, a matemática do respeito”, avalia o coordenador do curso.

Confira as tags desta publicação:

Endereço: Rua do Rouxinol, nº 115 – Bairro: Imbuí | Salvador - BA CEP: 41720-052 | CNPJ: 10.724.903/0001-79 | Telefone: (71) 3186-0001
E-mail: gabinete@ifbaiano.edu.br