Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO




Combate ao Coronavírus

ACESSE AQUI
IF Baiano cria Comitê de Governança, Riscos e Controles
Atualizado em 9 de dezembro de 2016 às 15:21 horas | Publicado em 9 de dezembro de 2016 às 15:07 horas

9/12/2016 – Órgão consultivo e deliberativo reuniu-se na semana passada

Compartilhe nas redes sociais:
Share

Na última quinta-feira, 1º de dezembro, os gestores estratégicos do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) – reitor, pró-reitores, diretores sistêmicos e
diretores-gerais – tiveram sua primeira reunião para implementação do Comitê de Governança, Riscos e Controles na instituição.

O Comitê vem atender a Instrução Normativa Conjunta MPOG/CGU n. 1, de 10 de maio de 2016 que dispõe sobre contr20161201_112213oles internos, gestão de riscos e governança no Executivo Federal. “É uma instância de supervisão dos controles internos do Instituto”, afirmou Guilherme Oliveira, auditor e avaliador do processo. “Os dirigentes máximos devem garantir que procedimentos efetivos de implementação de controles internos de gestão façam parte de suas práticas de gerenciamento de riscos”, complementou.

Segundo Kelly Brito, diretora-geral pro tempore do IF Baiano – Campus Serrinha, a responsabilidade legal imposta pela IN coloca o limite máximo até maio de 2017 para a elaboração da Política de Gestão de Riscos e, posteriormente, fomentar e monitorar as práticas de gestão de riscos no IF Baiano. “Uma das funções do Comitê também é estimular essa cultura de gestão de riscos mesmo: adoção de medidas estratégicas para a prevenção ligada a planejamento, objetivos institucionais, alcance de ações”, destacou. Durante a primeira reunião do Comitê, não houve uma pauta específica. “O encaminhamento foi mais para conhecer mesmo, se apropriar, os dirigentes se apropriarem o que é a Gestão de Riscos”, informou Brito.

Sobre a Instrução Normativa 20161201_112547O documento dispõe sobre medidas para sistematizar práticas de controles internos de gestão, ou seja, identificar, avaliar e gerenciar riscos que possam impactar nos objetivos estabelecidos pelo órgão. Esses controles dão suporte a missão, continuidade e sustentabilidade institucional; proporcionam eficiência, eficácia e efetividade operacional; asseguram informações íntegras e confiáveis à tomada de decisões; asseguram conformidade com leis e regulamentos aplicáveis; protegem bens, ativos e recursos públicos (IN MPOG/CGU n. 1/2016). “A Gestão de Riscos é fundamental para o Serviço Público porque ela amplia a capacidade do(a) gestor(a) de tomar decisões mais corretas em relação ao desenvolvimento das políticas, dos programas e das ações institucionais”, disse Kelly.

Esta matéria tem caráter informativo.

É permitida a reprodução mediante citação da fonte.

IF Baiano/Reitoria/Comunicação/Jornalismo

Confira as tags desta publicação:

Endereço: Rua do Rouxinol, nº 115 – Bairro: Imbuí | Salvador - BA CEP: 41720-052 | CNPJ: 10.724.903/0001-79 | Telefone: (71) 3186-0001
E-mail: gabinete@ifbaiano.edu.br