A construção da cidadania pelo esporte

IMG_7973

 

É um projeto de extensão que como tal envolve os públicos interno e externo ao campus e objetiva potencializar práticas saudáveis, através de vivências de aula de Taekwondo, para a melhoria e a manutenção da saúde bem como favorecer o empoderamento dos participantes envolvidos para a construção da cidadania”, explica o professor Emilson Silva sobre a proposta do projeto.

Com o título “Proposições e perspectivas das lutas como elemento fomentador da construção da cidadania e de práticas saudáveis em escolares da rede pública de ensino do município de Itapetinga/BA*”, o projeto atende, por meio de 30 vagas, comunidades interna e externa, preferencialmente, os estudantes do ensino fundamental II e ensino médio da rede pública de ensino. “A modalidade Taekwondo, luta coreana, busca aperfeiçoar os atributos de cidadania e melhor condicionamento físico por parte dos praticantes”, relata Silva.

Pela proposta, há quatro pontos: “a formação para a cidadania com aulas teóricas, abordando temas relativos a essa temática; incentivo à prática de exercícios físicos regularmente, buscando melhor qualidade de vida; formar disseminadores de boas práticas corporais para potencializar a saúde; qualificação para o exercício de uma profissão, haja vista que o Conselho Federal de Educação Física reconhece os professores de lutas como profissionais da área”, esclarece o professor.

IMG_7972É, no Campus Itapetinga, que as vivências acontecem duas vezes por semana. “Com o Taekwondo na escola, você aprende tanto de uma forma educativa quanto de uma forma de sua postura que qualquer outra arte marcial preza. Primeiramente, não formar um campeão, não com medalhas, mas sim na vida, isto é, um campeão humilde, formando cidadão”, fala Vitor Rosa, estudante do 1o ano de agropecuária do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) / Campus Itapetinga. Para Jaqueline Silva, estudante de outra instituição de ensino, o interesse surgiu porque o Taekwondo é uma arte (corpo e mente) e trabalha a disciplina e a concentração. “O Taekwondo tem trazido pessoas de fora, tem feito que a cidade de Itapetinga conheça a instituição, pessoas mais jovens (adolescentes) e mais velhas também”, reforça a importância da modalidade no município.

O mestre Emilson espera que o projeto contribua “com o viés formativo a que deve se propor a escola, produzindo conhecimentos úteis, mediante os conceitos sociofilosóficos presentes nas lutas”, destaca. E que, futuramente, possa atender um público de cem pessoas sejam estudantes e/ou comunidade de Itapetinga e região.

*Fomentado pela Chamada Interna de Extensão n. 1/2017 / PROEX/CPPEX/IF BAIANO

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Extensão – Pibiex (modalidades júnior e superior)

Fotografia: Emilson Silva

Print Friendly

2 comentários em “A construção da cidadania pelo esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *