14808059_10210951918017991_1409326958_o

Servidores aprendem sobre BPM e sua aplicação na gestão de processos institucionais

Servidores do IF Baiano participaram na última quinta-feira (20) de palestra sobre Business Process Management, mais conhecido pela sigla BPM, realizada na Reitoria, em Salvador. Servidores de outros campi também acompanharam os trabalhos, através da transmissão via web conferência. A condução do palestra ficou por conta da Mobilizadora da comunidade BPM na Bahia, Isabel Martinez, que é consultora de Processos de Negócio (BPM) com mais de 20 anos de experiência em projetos de processos.

O Business Process Management é por conceito um conjunto de valores, crenças, liderança e cultura que formam os alicerces do ambiente no qual uma organização opera, influenciando e guiando o comportamento e a estrutura da organização. “Eu vim com o objetivo de encantar de fazer as pessoas se apaixonarem por BPM, plantar a sementinha”, contou Martinez. A proposta da palestra foi de esclarecer como essas práticas podem ser aplicadas no ambiente organizacional e de trocar experiências.

bpm-reitoria-palestra

Eles já tem algum conhecimento em BPM, eles não estão completamente zerados, mas a questão é qual estratégia a empresa pode usar pra mostrar rapidamente um resultado com a aplicação de BPM”, comentou Martinez sobre os depoimentos dos servidores que participaram da palestra.

Quer saber mais sobre os benefícios do BPM e como começar a aplicação das técnicas pra já? Confira na entrevista que Isabel Martinez concedeu ao Blog Bem Baiano.

Blog Bem Baiano – O que é o BPM e como ele pode ser aplicado no contexto institucional?

Isabel Martinez – O BPM, Business Process Management ou Gerenciamento por Processo de Negócio é uma disciplina de gestão que envolve um arcabouço teórico e prático metodológico fantástico pra gente conseguir organizar o modelo de gestão da empresa focado nos processos que afetam diretamente o cliente ou o beneficiário. No caso do IF Baiano, existem muitos beneficiários. Então, é uma técnica que ajuda muito a organizar e dar transparência nos processos da organização. E ajuda a cada colaborador a identificar em que ponto ele contribui efetivamente para o resultado que vai afetar diretamente o beneficiário.

Quais resultados que podem ser obtidos através da aplicação das técnicas de gestão através de processos?

Os resultados são: alinhamento aos objetivos estratégicos da empresa; com relação aos funcionários, eu sinto maior engajamento, eles se sentem mais engajados na empresa por que eles saem dos seus silos funcionais. Então, todos os conceitos novos, como compartilhamento e colaboração vão sendo implantados na empresa através de um trabalho de processos e isso dá um nível de maturidade grande tanto a organização como aos profissionais que vão crescendo, se desenvolvendo, aliás profissionalmente, por que conseguem ter uma visão da organização do que ela oferece ponto a ponto à sociedade.

Em relação a instituições de educação de caráter público, como você enxerga a aplicação da gestão de processos nesse ambiente?

É complicado no serviço público, não vou negar. Já trabalhei em outras empresas [do setor]. Só que o serviço público tem uma missão e um propósito maravilhosos. Por que o governo passa, mas o estado fica. E os funcionários públicos estão defendendo e trabalhando para o estado ou para a federação e a gente sabe que, às vezes, a gente fica desanimado por algumas questões governamentais mas quem é do estado precisa lembrar que ele está ali para cuidar da melhoria dos processos do estado, independente de governo. Mas BPM é possível para qualquer setor, público, privado, ONGs.

Qual é o primeiro passo pra quem deseja começar a aplicação do BPM hoje?

O primeiro passo é pegar um processo e buscar passar pelo ciclo de vida BPM (que é de análise, redesenho, implantação) com indicadores que, de preferência, possam estar alinhados com algum objetivo estratégico da empresa. Então, pensar grande mas começar pequeno. Começar por ele, mostrando o resultado de alguma forma à alta administração para que se perceba: “se com um pequeno, a gente conseguiu um grande resultado, o que dirá com os demais”.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *