Medalhistas do IF Baiano contam sobre as conquistas no JIF 2015

Entre os dias de 27 de outubro e 1º de novembro aconteceu em Natal (RN) os Jogos das Instituições Federais (JIF) 2015. O IF Baiano marcou presença no evento com uma delegação de 45 alunos, que participaram de diversas modalidades, como: Vôlei de praia; Futebol de campo; Futsal; Handebol e Atletismo 100m, 400m, 800m, 1500m, 5000m.
Equipe de Atletismo Francisco, Hemerson e Tauney com a Comissão de Educação Física Esportes e Lazer, Professores Fernanda, Cleber e Mario Cleber
Os JIF tem como objetivo estimular a prática esportiva, proporcionando a integração dos alunos do Instituto, possibilitando também a interação dos estudantes com os professores. Participam da comissão organizadora, a servidora da Pró-reitoria de Extensão (Proex), Susana Bastos, o professor do campus Uruçuca, Mário Cléber Oliveira, o professor do campus de Valença, Cléber Figueiredo e a professora do campus Catu, Fernanda Palmeira.

Equipe de Atletismo JIF/2015 (Francisco, Hemerson e Tauney)
Neste ano o IF Baiano conquistou boas posições na modalidade atletismo. O aluno Hemerson Lucas do Curso de nível Técnico em Agropecuária, que participou pela primeira vez do JIF na modalidade atletismo, conquistou o terceiro lugar na competição nos 800 m com o tempo de 2′:06″ . O aluno Tauney de Jesus , Campus Valença, que conquistou a terceira colocação nos 1500 m e 5000 m com o tempo de 4′:36″ e 18′:53″ respectivamente e o aluno do Curso de nível Técnico em Química, Francisco Paulo, que participou pela primeira vez do JIF na modalidade atletismo ficando na quinta colocação nos 100 m.
Em entrevista ao Bem Baiano, os alunos Hemerson Lucas e Francisco Paulo, nos contou mais sobre a participação nos jogos.
Bem Baiano: Como foi a preparação para o JIF?
Pódio dos 5000 m (Aluno Tauney na terceira colocação)
Hemerson Lucas: Os treinamentos visando o JIF tiveram início no mês de agosto com a frequência de três vezes na semana, foi uma preparação difícil, pois estava sentindo varias dores no joelho e meu tornozelo está lesionado, outra dificuldade encontrada foi à falta de equipamentos específicos para pratica da modalidade. Por exemplo, a pista utilizada para os treinamentos é de muito declive sem marcações de distância e de raias. Porém minha treinadora Fernanda e alguns amigos foram de suma importância nesse processo de preparação, dando suporte motivacional me incentivando a continuar, a pesar das dificuldades.
Francisco Paulo: Foi uma boa preparação, apesar ficar como suplente e só saber que iria dias antes, não estava tão focado quanto os outros competidores.

Bem Baiano: Como foi a experiência de participar do JIF?
Hemerson Lucas: Participar de um evento como esse foi uma experiência nova, com muita adrenalina e ansiedade, a felicidade que senti em participar do JIF foi à recompensa de todo o esforço. Poder conhecer outros atletas que amam o esporte, assim como eu, fortaleceu meu pensamento, que o esporte pode mudar o mundo.
Francisco Paulo: Foi ótima, retornei mas experiente, além de poder ter feito novas amizades.

Pódio dos 800 m (Aluno Hemerson na terceira colocação)

Bem Baiano: Quais as experiências que vocês trouxeram do JIF?

Hemerson Lucas: As experiências do JIF foram, reflexões que serviram para toda a vida, nesse campeonato aprendi que força de vontade, cede de vencer e fé em Deus vale muito mais que equipamentos de qualidade e que é preciso acreditar em se mesmo, pois sempre somos capazes de algo mais.

Francisco Paulo: Talvez a mais importante tenha sido que agora eu me sinto um verdadeiro atleta.

Bem Baiano: O que pretendem fazer após os jogos?

Hemerson Lucas: Dar continuidade aos treinamentos visando à melhoria do meu desempenho com o objetivo de participar de outros campeonatos estudantis.

Francisco Paulo: Pretendo intensificar os treinos e participar de outros campeonatos além dos vinculados ao IF Baiano.

Pódio dos 1500 m (Aluno Tauney na terceira colocação)

Bem Baiano: Pretendem realizar alguma atividade dentro do campus referente ao esporte?

Hemerson Lucas: Sim, pretendo incentivar todos a correr, porque além de ser uma das melhores atividades para a saúde, podendo mostrar que o atletismo é um esporte digno e como diz Joaquim Cruz “O atletismo é o esporte do pobre. Dá a ele a chance de vencer na vida.”
Francisco Paulo: Sim, até antes do atletismo já treinava futsal, agora pretendo da continuidade aos dois simultaneamente.

Em depoimento, os alunos Hemerson Lucas e Francisco Paulo, alunos do Campus Catu, ressaltaram a importância do JIF para os alunos e docentes do Instituto.
Para o Hemerson Lucas, “esse evento não poderia deixar de existir, pois ele vai muito além do esporte, atingindo na formação de indivíduos com uma visão diferente diante do mundo em que vivemos.”. Já para o Francisco Paulo, “o JIF foi fantástico, espero poder participar em 2016. O evento me proporcionou incríveis experiencias, além do altíssimo nível de organização e os locais em perfeitas condições para a prática das modalidades.”.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *